Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Os Momentos com Ana

Os Momentos com Ana

Carinho Vs Medo

Carinho pode ser um simples gesto, um olhar, um beijo, uma palavra.
Abraço, mão dada, festas na cara “Xaninha gato”, apego.
Dizer: “Gosto de ti”, “Amo-te”,
Os dois aconchegados, numa tarde de domingo no Sofá com uma mantinha, com pipocas e a chover lá fora.
Cachorrinho bebé, bebé de cor, bebé nipónico …
Criança rechonchuda, criança por adotar, criança sem pais, criança sem-abrigo, criança doente, criança sem brinquedos, criança carente. A todas elas se dá um carinho, se dá amor, fazem-se festas, diz-se uma palavra de coragem, de amizade, de compreensão.
Medo, receio, terror, filme, susto, escuro, beco, medo de brigas, medo de intrigas.
Medo do vento, medo da chuva, medo da velhice, medo da vida, medo da morte, medo da mentira, medo da desgraça, medo de tudo, medo de nada.
Medo da crise, medo de guerra.
Ter medo é ter consciência, é ter sentimentos, é estar ativo psicologicamente.
Ter medo é quando a adrenalina está no seu auge.
Com Medo é como se encontra a maioria da população portuguesa neste momento, medo da fome, medo  da miséria, medo de o dinheiro não chegar, medo do que alguns possam fazer, Medo de Falar, Medo de estar Calado, medo de não sobreviver, Medo da depressão, Medo do suicídio.
 Enfim, são um medo e ansiedade constantes em que o governo nos meteu, sairemos desta situação ou continuaremos eternamente com Medo?
 Para resolver esta austeridade e esta situação de Medo, basta um carinho, uma palmadinha nas costas, um sorriso, enfim … algo humano para combater esse estado de Alma, combate-se o Medo com um simples gesto, um olhar, um beijo, uma palavra, um carinho …